Notícias

Bora economizar? Saiba como reduzir os gastos com o chuveiro elétrico

06/11/2018 às 15:47 | Autor:

O início do período de chuvas pode dar um alívio nas contas de luz dos brasileiros já a partir do mês de novembro. A Agência Nacional de Energia Elétrica, a Aneel, anunciou nesta semana que a bandeira tarifária sairá da vermelha, a de maior valor, para amarela dois, a segunda mais cara cobrada no Brasil.

Isso significa que, em novembro, cada 100 quilowatts passará a custar R$ 1 e não mais R$ 5. No entanto, a mudança não significa que os consumidores podem aumentar os gastos de energia sem qualquer preocupação.

Apesar da queda nos preços, manter a economia de energia elétrica deve continuar como prioridade. Edson Suguino, engenheiro da Lorenzetti, comenta que os níveis dos reservatórios ainda estão comprometidos, o que reforça a necessidade de cuidado por parte do consumidor. Ele ressalta, por exemplo, que é preciso ficar atento à potência do chuveiro elétrico, um dos itens domésticos que mais consomem energia.

“Quanto mais potente é o chuveiro, mais ele vai esquentar, mas mais ele vai gastam também. Então, uma dica para todos os ouvintes é: procurem por chuveiros com uma potência menor. Em um dia mais quente, tome banho com uma potência menor do chuveiro, por exemplo, em alguns chuveiros mais simples tem as posições: desligados, inverno e verão. O correto seria, em um dia mais quente, tomar banho na posição verão. Com isso, você pode economizar de 30% a 70% de energia, dependendo do modelo de chuveiro.”

O engenheiro afirma que o tempo de banho ideal não deve passar de oito minutos e aconselha o uso do redutor de pressão, que ajuda na diminuição do consumo. Edson Suguino lembra ainda que desligar os aparelhos da tomada também faz a diferença na conta de luz.

Compartilhe com seus amigos