Notícias

Casos prováveis de dengue e chikungunya sobem e de zika caem no Triângulo e Alto Paranaíba

10/10/2018 às 10:26 | Autor: Redação

O boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) nesta semana mostrou que os números de casos prováveis – entre notificações confirmadas e as que ainda estão sob investigação – de dengue e chikungunya subiu no Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. Já os casos de zika diminuiram nas regiões. O levantamento é divulgado a cada 15 dias pelo Governo de Minas. Minas Gerais registrou 24.329 casos prováveis dengue. Em 2018, até o momento, oito óbitos foram confirmados por dengue, nos municípios de Araújos, Arcos, Conceição do Pará, Contagem, Ituiutaba, Lagoa da Prata, Moema e Uberaba; nove óbitos ainda estão em investigação para a doença. O último boletim epidemiológico mostra que seis cidades da região registraram, juntas, 18 casos prováveis de zika, dois casos a menos que o levantamento do Estado publicado há 15 dias. Em relação à febre chikungunya, Minas Gerais registrou 11.582 casos prováveis da doença. No Triângulo e Alto Paranaíba, são 39 casos registrados em 21 cidades, dois a mais que o último levantamento.

 

Compartilhe com seus amigos